AMOR E RESPEITO AO PRÓXIMO

OBJETIVO: Falar sobre o amor ao próximo. Como devemos amar ao próximo como amamos a nós mesmos. Que devemos fazer ao próximo somente aquilo que gostaríamos que fizessem conosco. Que não devemos humilhar nosso próximo, por mais diferente que ele seja de nós. A importância do amor na sociedade, na família, em toda parte. Formar na criança o impulso ao amor, a aplicar o amor em suas atitudes para com o próximo.
  
MATERIAL: Chapéu e nariz de palhaço, caramelos, lápis de cor, papel, fitilho, vaso com flores de cartolina com perguntas.

Para descobrir o tema da aula, fazer o “Jogo da vida” (uma variação da famosa forca). As crianças vão falando letras, à medida que acertam, o bonequinho vai sendo formado. Cabeça, corpo, membros, olhos, etc.

Quando falamos em amor, o que lembramos?

Coração, papai, mamãe, amigos, uma coisa gostosa....mas...alguém lembra de Jesus?

Quando Jesus esteve na Terra, o que ele fez a vida toda foi amar ao próximo. Ele não só falou sobre amor, mas mostrou com exemplos em sua vida, seus atos. Ele deixou para nós o maior mandamento: “Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo”.

O que ele quis dizer com isso? Amar ao próximo como a nós mesmos?

Que devemos amar e respeitar todas as pessoas ao nosso redor. Não importa o quanto ela seja diferente de nós. Existem diferentes raças, religiões, gostos, as pessoas têm opiniões diferentes. Não nos devemos achar melhores ou piores que ninguém, afinal, somos todos filhos de Deus.

Quem nós devemos amar? A família, os marginalizados, nossos companheiros de trabalho, na escola, nossos amigos, nossos inimigos.

Dá pra amar um inimigo? É difícil? Sempre devemos nos lembrar do exemplo de Jesus. Muitos o perseguiram, pois não concordavam com as idéias que ele tinha. Queriam prende-lo, viviam perseguindo-º Mas mesmo assim, ele nunca brigou com ninguém e perdoou a todos. Devemos usar como exemplo, pra tentarmos ser homens de bem. E podemos começar perdoando. Vamos lá, um minutinho para pensarmos em alguém que nos deixou triste um dia, e imaginando o que Jesus faria? Perdoaria. Então vamos perdoar também.  Alguém quer contar quem perdoou?

Não podemos humilhar quem aparentemente tem menos que nós. Mas sim, realçar-lhe as qualidades, procurando aproximar-se deles, e tornando-se amigos. Sempre que fazemos algo bom, retornam para nós só coisas boas. Quanto mais as pessoas se amam, mais agradável fica a nossa vida.

ATIVIDADE:

Formar duplas. Cada criança recebe uma folha em branco.

Cada um vai desenhar a si mesmo. Em seguida, passar a folha para o amiguinho da direita. 10 minutinhos para completar  o desenho para o amiguinho. Dizer que um vai completar o desenho do outro. Ressaltar para que eles caprichem e coloquem muito amor, pois é para o amiguinho.

Ao acabar, enrolar, por uma fitinha. Fazer a bolinha da centopéia. Ao final, as duplas devem ficar frente a frente. Perguntar se todos capricharam no desenho para o amiguinho. Então, vamos entregar a bolinha da centopéia para o nosso amiguinho. O desenho que fizemos, nós não vamos trocar. Quem caprichou no desenho, terá um desenho bonito, pois fez ao próximo o que gostaria que ele tivesse feito por você. Quem não caprichou na bolinha da centopéia, vai ofertar a seu amiguinho uma coisa feita sem amor.

Assim, aprendemos que devemos amar ao nosso próximo, mas também não podemos nos esquecer de nós mesmos. Devemos seguir nosso coração, e fazermos de tudo para estarmos felizes.

AVALIAÇÃO/FIXAÇÃO:

No centro da sala, um vaso com flores de cartolina. Em cada uma, uma balinha colada e uma pergunta/tarefa/surpresa.

Cada um deve apanhar uma e oferecer a um amiguinho.

 

Perguntas:

-          Qual o tema da aula?

-          A quem devemos amar?

-          Recite um poema (batatinha quando nasce...)

-          Você deu sorte! Sem perguntas! (4x)

-          Quando ajudamos alguém devemos contar pra todo mundo?

-          Faça uma mímica sobre amor

-          Como podemos ajudar um idoso?

-          Alguém já viu alguém necessitando de ajuda e o ajudou? Conte como foi.

-          Quem foi o maior exemplo de amor ao próximo que conhecemos?

-          Devemos amar os inimigos que nos magoam?

 

1 Response
  1. Muito legal sua aula. As crianças devem ter adorado!
    Muito boa mesmo. Parabéns! :D